HOME

Blog do Editor

Espaço dedicado à temas diversos, ligados ou não à Filosofia. Opinião do Editor, divulgação de textos populares, poesias, contos, curiosidades e comentários de notícias.

Fedro de Platão: o misterioso daemon de Sócrates e o amor platônico

Vários tipos de relacionamentos amorosos são descritos por Sócrates na obra Fedro, de Platão. Desde aquele em que um companheiro impede a evolução do outro (para que dependa dele), passando pelo relacionamento pautado pelo sexo até a união saudável, quando os companheiros evoluem juntos. É também uma das obras onde Sócrates fala sobre o misterioso daemon e a perturbação que ele causa quando alerta o filósofo. O daemon surge em várias obras de Platão, mas em Fedro surge a ideia ... Leia Mais >>

Wittgenstein em 90 minutos

Wittgenstein em 90 minutos faz parte de uma série de livrinhos escritos por Paul Strathern sobre a vida e as ideias dos grandes pensadores. Alguns criticam essa perspectiva resumida. É certo que para um aprofundamento devemos ler as obras dos próprios filósofos, contudo esses resumos têm a nobre missão de apresentar ao público leigo um pouco da obra desses promotores da humanidade. Vida de Wittgenstein em um minuto Strathern narrou a intensa vida de Wittgenstein de forma quase poética, ... Leia Mais >>

Schopenhauer e a arte de escrever

A Arte de Escrever é, na verdade, um livro sobre a arte de pensar, pois somente escreve bem quem pensa bem. O filósofo alemão Arthur Schopenhauer (1788 – 1860), com seu estilo sarcástico e direto, nos ensina que de nada adianta ler se não pensamos por conta própria. Seria melhor então não ler. Para escrever com clareza, é preciso antes ter clareza na alma, e os grandes gênios da humanidade leram antes o livro do mundo do que os livros que outros escreveram. Schopenhauer e o ... Leia Mais >>

Discurso sobre o Método de Descartes

Nossa forma científica de pensar, a investigação racional do mundo e a busca pela certeza absoluta do conhecimento são heranças desse pequeno livro. René Descartes (1596 – 1650) deu à humanidade o pensamento cartesiano, porém afirmava que sua forma de pensar, a dúvida metódica, serviria apenas para guiar sua própria razão. Mas esse filósofo francês nunca imaginaria o impacto grandioso de sua obra. Com Descartes nasceu a Era Moderna Descartes escreveu esse ... Leia Mais >>

Friedrich Nietzsche: “Deus está morto”

O filósofo alemão Friedrich Nietzsche afirmava que não existia — na modernidade — mais nada de sagrado,  apenas ganância, egoísmo e falsas religiões de dominação. Diante deste esvaziamento de sentido, desta falta de sacralidade e profundidade, ele então declarou: “Deus está morto“. Nietzsche escreveu, conforme acreditava, para um público muito restrito de pensadores livres. A grande massa assustada era para ele coisa desprezível, um gado contaminado com o vírus da ... Leia Mais >>

Platão: Metafísica, Mito da Caverna e Apologia de Sócrates

Platão é considerado um dos maiores filósofos da filosofia ocidental. Seu mestre, Sócrates, é o grande herói de suas obras. Platão apresenta, através dos diálogos de Sócrates, os fundamentos de sua filosofia metafísica. Muitos filósofos concordam que é difícil saber quando é Sócrates que fala ou quando é Platão que fala através de Sócrates. Abaixo estão links para dois importantes textos de Platão, posts e frases. Leia também o texto O que é metafísica? Apologia de ... Leia Mais >>

Heráclito: “Mesmo aqui os deuses estão presentes”

“Mesmo aqui os deuses estão presentes” foi uma resposta de Heráclito (535 a.C – 475 a.C) para alguns convidados que foram lhe visitar. Esperavam ver um grande filósofo, mas encontraram-no se aquecendo no fogo, em sua humilde casa, tremendo de frio. Diante daquela cena, os convidados quiseram ir embora. Foi quando Heráclito disse essa frase. Sempre enigmático (era chamado “o obscuro”) o filósofo de Éfeso nos lembra que os deuses (ou Deus?) não estão onde ... Leia Mais >>

Quando Nietzsche riu de mim

“Como assim??” Diante de uma frase de Nietzsche, um leitor fez esse comentário simples mas provocador na página do netmundi.org no facebook. A frase era: “O vestido preto lhe cai bem, e a boca fechada também.” Esquecendo que o filósofo alemão era um mestre nas palavras, decidi responder rapidamente. Tanto as biografias de Nietzsche quanto o romance “Quando Nietzsche Chorou”, de  Irvin D. Yalom, exploram essa questão de Nietzsche com as mulheres. ... Leia Mais >>

Ler e escrever filosofia

Dois ótimos textos sobre ler e escrever filosofia.  Dicas sobre atitudes perante o texto,  análise dos argumentos e outras coisas importantes que devem ser levadas em consideração durante a leitura de textos filosóficos. Mas aprender a ler textos complexos não basta. É necessário também se expressar corretamente. Escrever um texto filosófico é um grande desafio, pois trata-se de uma escrita cuidadosa, onde os argumentos devem ser claros e o estilo preciso, caso contrário ... Leia Mais >>

Categoria Hannah Arendt

Visite a categoria Hannah Arendt do Netmundi – Pensamentos e confira algumas frases desta pensadora que causou polêmica ao afirmar que o carrasco alemão Adolf Eichmann, responsável pela morte de milhares de inocentes em câmaras de gás, não passava de um homem normal. Não era um monstro como todos esperavam que ela o interpretasse. Arendt afirma que as grandes tragédias humanas ocorrem não devido aos líderes, mas à massa de homens que abdicaram do pensamento próprio e obedecem ... Leia Mais >>

Revolução dos Bichos e Admirável Mundo Novo: resumos

A Revolução dos Bichos e Admirável Mundo Novo são obras que se complementam, pois retratam extremos de dois sistemas econômicos, políticos e ideológicos. Admirável Mundo Novo apresenta um mundo de alienação causada pelo capitalismo; A Revolução dos Bichos mostra a dominação política violenta disfarçada de igualdade socialista. As duas obras refletem um fato histórico: na grande maioria das vezes, ideologias, religiões e sistemas econômicos são estratégias de dominação. Os ... Leia Mais >>

Fedro, de Platão – Sobre o amor platônico

Na obra Fedro, de Platão, Sócrates explica a Fedro sobre a visão da beleza das verdades eternas. Nestes três parágrafos está o momento exato do nascimento do termo “amor platônico”. O senso comum acabou utilizando este termo para falar de amores não correspondidos, porém, o amor platônico se refere à lembrança da beleza, que apenas a alma do filósofo consegue recordar. Trecho da obra Fedro A alma que nunca evoluiu e nunca contemplou a verdade não pode tomar a forma ... Leia Mais >>
1 2 3 4 5