HOME

Ludwig van Beethoven | Biografia e 10 músicas para ouvir e baixar

Beethoven

Ser um gênio não era apenas o destino de Ludwig van Beethoven: era a única alternativa a uma vida destinada ao fracasso e à miséria desde o berço. Filho de um músico alcoólatra e de uma mãe tuberculosa e cercado de irmãos ineptos, mesmo assim não submeteu seu caráter indomável à ameaça da mediocridade. Dono de uma personalidade forte e melancólica, escapou do papel de menino prodígio que o pai tentou impor-lhe tal como ocorreu com Mozart.

Em vez disso, fez brilhar com luz própria seu desejo de criar obras-primas e ofereceu à humanidade ideais de liberdade por meio de melodias perturbadoras e surpreendentes. Afligido por amores platônicos, pelo terror de uma doença misteriosa e, enfim, pela surdez que o tira dos palcos, mas que não o impede de compor, eternizou-se como um marco na história da música.

Os detalhes da infância de Beethoven são raros. A imagem mais constante, corroborada por alguns testemunhos, especialmente do padeiro Fischer, é a de um garoto agitado, não muito asseado, brincando às margens do Reno ou nos jardins do castelo de Bonn com seus irmãos, sob a vigilância distraída de alguma criada. Ludwig vai pouco à escola: o pai afirma que ele não aprende nada lá e tem outras ambições para o filho.

Dessa educação imperfeita e lacunar, Ludwig conservará sequelas pela vida inteira: ortografia deficiente, aritmética limitada, não indo muito além da capacidade de fazer adições… Ele sabe o suficiente de latim para compreender os textos sobre os quais irá compor música, e seu conhecimento do francês progredirá ao longo dos anos até se tornar aceitável, apesar de uma sintaxe vacilante. Mas uma questão permanece: como esse matemático sofrível pôde adquirir tamanho domínio nessa arte tão matemática que é a música?

As condições nas quais aprende música poderiam tê-lo desestimulado para sempre; o papel de macaquinho amestrado ou de menino prodígio que o pai decide fazê-lo desempenhar teria sido o melhor meio de lhe cortar as asas se ele não tivesse sabido afirmar, pela força da vontade e a conjuntura de circunstâncias felizes, sua têmpera excepcional, sua personalidade poderosa, mistura de brutalidade e de melancolia, de delicadeza sensível e de ambição desmedida.

O poder técnico e a inspiração de Beethoven, em suas composições, nunca foram barrados pelas exigências da gramática musical, nem se submeteram simplesmente aos imperativos das regras clássicas: a vida toda, ele jamais deixou de trabalhar para suprir suas deficiências e aprofundar sua arte.

Beethoven não pôde viver fora do desejo devorador de criar, de oferecer aos homens, a si mesmo, a seus ideais de liberdade, talvez mesmo à ideia muito pessoal que faz de Deus, uma obra inusitada, nova, que perturba e surpreende. Ele é daqueles raros artistas essenciais que não deixam sua arte no estado em que a encontraram. Em música, há um antes e um depois de Beethoven,

Texto retirado do livro “Beethoven”, de Bernard Fauconnier

Confira abaixo uma seleção das dez músicas mais populares de Beethoven para ouvir e baixar:

  1. Moolight Sonata
  2. Für Elise (Para Elise)
  3. Sonata No. 8 (Pathétic)
  4. Sinfonia No. 5
  5. Marcha Turca
  6. Sinfonia No. 9
  7. Sinfonia No. 9: Movimento 4
  8. Egmont Overture
  9. Adelaide
  10. Missa Solemnis: Sanctus Benedictus