HOME

The Woman: uma mensagem feminista

´the wonan uma mensagem feminista

The Woman é um filme classificado como terror/suspense, lançado no Brasil com o nome de The Woman – Nem todo monstro vive na selva. Trata-se de um filme feminista, uma crítica à pretensão de “civilizar” a mulher que não se enquadra nos valores de uma sociedade machista.

No filme este tipo de mulher independente representa a própria natureza feminina, encarada como algo selvagem e que precisa ser disciplinada. Não estou defendendo a perspectiva feminista, apenas dizendo que esta é a mensagem do filme. Também não estou em cima do muro com relação ao feminismo, pois não gosto do rumo que esse pensamento tomou. Mas não é esse o objetivo do post. Voltando…

A mulher selvagem

the woman

The Woman conta a historia de uma mulher selvagem que foi encontrada em uma floresta por um caçador que a captura e a mantém refém em sua casa. O caçador é na verdade apenas um corretor imobiliário que vive com sua família em uma chácara. Lá a mulher é mantida como um animal a ser domesticado, ou “civilizado”, nas palavras de seu algoz. O sistema machista é retratado pela família, principalmente nas figuras masculinas do pai e do filho, que submetem as mulheres à sua vontade sádica.

“Civilizar” – pelo menos no filme – significa enquadrar a mulher como objeto sexual que deve se submeter à vontade masculina. Ficamos então nos perguntando quem é afinal selvagem: a mulher selvagem ou o homem “civilizado”. O filme reflete simbolicamente a situação da mulher em um mundo que sempre tentou dominá-la e ofuscá-la.

A mulher “civilizada” é um objeto

mulher-objeto

Podemos observar isso nas propagandas de cerveja, nas quais a mulher se transforma em uma garrafa de bebida (ou seja, em um produto) que pode ser consumido e descartado. Nos países islâmicos, as tentativas de ofuscar a mulher são levadas ao extremo da burca, um símbolo machista disfarçado de religião.

Em algumas religiões ortodoxas a mulher é tratada como algo destinado à reprodução e trabalhos domésticos, tudo disfarçado em interpretações das escrituras sagradas. Nos países ocidentais, de maneira geral, as mulheres são vistas como objetos de consumo que devem se enquadrar em uma série de estereótipos, criando uma verdadeira ditadura estética que a mulher segue desesperadamente. O filme The Woman sugere ainda que os homens são moralmente incapazes de lidar com as mulheres que resistem a tudo isso, preferindo torturar, violentar, ofuscar e humilhar.

A mensagem feminista

A mulher selvagem não fala quase nenhuma frase no filme, mas sua expressão de ódio, desprezo e sofrimento dispensam palavras. As mulheres que se submetem ao homem são encaradas pela mulher selvagem como covardes indignas. Assim como os vários esquemas de dominação da mulher são disfarçados de moralidade e padrões sociais e estéticos, The Woman é um filme que carrega uma mensagem feminista disfarçada de filme de terror. De certa forma, terror é uma palavra que define bem a situação da mulher em várias culturas, mesmo as mais modernas.

Autor: Alfredo Carneiro
Editor do netmundi.org
twitter:@alfredo_mrc

Você pode apoiar este projeto clicando na propaganda abaixo. Muito obrigado!