HOME

As drogas deveriam ser legalizadas?

milton friedman defesa pela liberação das drogas

Milton Friedman foi um economista e estatístico americano, falecido em 2006. A argumentação coerente, que é obrigatória na defesa das ideias, não é um privilégio da filosofia, ainda que seja na filosofia o melhor lugar para aprender isso. Importante é a reflexão e a vivência aliada à informação e ao estudo. Tudo isso forma algo que não é mais a mera opinião (a doxa, como diriam os antigos gregos). Já é algo embasado e preparado para o discurso público, para a vida política. O objetivo deste post não é apologia às drogas, mas apresentar a argumentação de Friedman defendendo que a proibição das drogas, dentro de uma visão econômica e moral, mais prejudica do que beneficia a sociedade. Outra coisa importante nesse vídeo não é a defesa da liberação, mas a forma como Milton Friedman faz essa defesa.

Friedman afirma que drogas como o crack surgiram graças à proibição; que o combate às drogas onera o Estado e não muda nada; que as pessoas consomem drogas com ou sem proibição; que cidadãos vão para cadeia por uso casual e por aí vai. A argumentação vai evoluindo chegando aos cartéis que, segundo o economista, é uma organização criminosa totalmente beneficiada pela proibição.

Em um contexto de legalização das drogas, a questão da liberdade é colocada: “uma criança que leva um tiro numa favela é uma vítima inocente, mas alguém que consome drogas por conta própria não é uma vítima inocente. Ela escolheu para si própria ser uma vítima”. Os altos custos da proibição para o Estado e a sociedade, de certa forma, são em vão. E o que surge é uma questão moral, e não apenas econômica. Enfim, o objetivo aqui é propor um diálogo. Quem é a favor da proibição precisa apresentar uma boa argumentação, que existem e também são boas. Nesse debate, ganha toda a sociedade que poderá aprender a lidar com questões cada vez mais complexas de forma lúcida e argumentativa, inclusive as questões morais, que são as mais complexas e filosóficas das questões.

Autor: Alfredo Carneiro
Editor do netmundi.org

Você pode apoiar este projeto clicando na propaganda abaixo. Muito obrigado!