HOME

A Síndrome do Sapo Fervido

Síndrome do Sapo Fervido

Foi comprovado através de estudos biológicos que, se um sapo for colocado em um recipiente com a mesma água de sua lagoa, fica inerte durante todo o tempo em que aquecemos a água, até que ela ferva. Denominaram esse comportamento de Síndrome do Sapo Fervido.

O sapo não reage ao gradual aumento da temperatura e morre quando a água ferve. Se, no entanto, outro sapo for jogado nesse mesmo recipiente, com a água já fervendo, salta imediatamente para fora.

Muitas pessoas demonstram comportamento semelhante ao do sapo fervido: não percebem ou não aceitam as mudanças. Acham que está tudo bem, que é só esperar e, muitas vezes, acabam “morrendo”  devido à inércia.

Outras, ao se depararem com as transformações no seu ambiente, buscam ações para realizar mudanças. Encorajam-se diante dos desafios, buscam soluções, tomam atitudes, ou seja, percebem as mudanças e procuram ajustar-se da melhor forma possível.

Há muitos “sapos fervidos” que não percebem a constante mudança do ambiente e se acomodam aguardando que alguém resolva tudo por eles; esquecem-se de que é preciso mudar, principalmente se esta mudança beneficia toda uma coletividade.

Autor Desconhecido


Navegue pelo netmundi.org