HOME

Para que serve a Filosofia?

para que serve a filosofia

Uma das perguntas mais comuns sobre filosofia é: para que serve a filosofia? O problema é que esta pergunta já apresenta um problema. Sendo esta disciplina — em um de seus aspectos — o desenvolvimento da correção do pensamento, da linguagem e da observação ampla, é preocupante que muitas pessoas em uma sociedade (como a brasileira) queiram ligá-la a uma utilidade imediata. O preconceito contra a filosofia (ou a ideia errada fazem dela) afeta o próprio ato de pensar e debater corretamente sobre os problemas que enfrentamos. As pessoas esperam que a filosofia seja útil. De fato ela é útil, mas não da forma como a maioria pensa.

Antes que se diga que a filosofia é uma liberdade excessiva, respondo que é exatamente o contrário. A filosofia exige estudo, muita leitura, domínio criterioso da linguagem, conhecimento de lógica, escrita de textos rigorosamente coerentes, vivência e experiência. Estas são algumas das “ferramentas” necessárias para filosofar. Pense agora na pessoa que você acha (ou diz) que faz filosofia e veja se ela se encaixa no que descrevi acima. Se não se encaixa, ainda não há filosofia. Para que serve a filosofia? Ela serve para pensar bem, e isso dá trabalho e leva tempo.

 Pensar de forma ampla

para que serve a filosofia

A filosofia é também uma disciplina que atravessa todas as demais. Se devemos aprender bem matemática, física, geografia, história e língua portuguesa, devemos também pensar na melhor forma de bem aplicar essas disciplinas. Quando pensamos simplesmente que “é importante porque cai no vestibular” ou que “serve para arrumar emprego”, então perdemos a capacidade de pensar de forma mais ampla. E pensar de forma ampla sobre nossas condições é um dos objetivos da filosofia. Passar no vestibular é bom e ganhar dinheiro é melhor ainda. Contudo, uma vez que essas coisas sejam atingidas, saber o que fazer com elas (e depois delas) também é importante, caso contrário, uma série de decisões erradas pode colocar tudo a perder, tanto para nós quanto para a sociedade.

Portanto, se no Brasil temos um desempenho ruim em várias disciplinas consideradas importantes, significa que na filosofia (considerada menos importante), temos desempenho pior ainda. Assim, não devemos esperar o amadurecimento de uma sociedade pautada pela utilidade imediata, pelo desprezo da cultura e da reflexão e que mal sabe debater seus problemas. Por isso mesmo que, quando muitos perguntam para que serve a filosofia e esperam uma resposta imediatista, é porque tudo vai mal tanto na educação quanto na sociedade.

Leia Também:

Autor: Alfredo Carneiro
Editor do netmundi.org