HOME

Paciência, compaixão, budismo e Schopenhauer

Jetsuma budismo

Neste vídeo a monja Jetsunma Tenzin Palmo explica sobre como desenvolver a paciência. Mais do que apenas uma prática oriental, ou um ensinamento religioso, é acima de tudo uma outra perspectiva acerca do mundo tão aborrecido que nos rodeia. É importante entender que, atravessando todo o budismo, está presente de forma explícita a perspectiva da compaixão. Foi essa ideia de compaixão que impressionou o filósofo alemão Arthur Schopenhauer (1788-1860) a ponto dele criar uma filosofia ética baseada na visão budista.

Schopenhauer pensa sobre a ética a partir da compaixão, por isso mesmo é considerado um filósofo que introduziu na filosofia ocidental elementos da filosofia oriental. Sua filosofia destoa da filosofia da ocidental por pensar a ética não como dever ou de forma racional, mas através da compaixão pelo sofrimento do outro, que é um sentimento que me aproxima e me faz irmão do outro em seu sofrimento.

Leia abaixo este fragmento de Schopenhauer, chamado também de “o budista de Königsberg”, e confira a semelhança com o que a monja explica nesse vídeo. Este ensinamento é uma outra perspectiva que pode fazer enorme diferença em nossa forma de viver e compreender o mundo.

“Por isso, desejo, em oposição à forma referida do princípio moral kantiano, estabelecer a seguinte regra: com cada pessoa com que tenhamos contato, não empreendamos uma valorização objetiva conforme valor e dignidade, não consideremos portanto a maldade da sua vontade, nem a limitação do seu entendimento, e a incorreção dos seus conceitos, porque o primeiro poderia facilmente ocasionar ódio, e a última, desprezo; mas observemos somente seus sofrimentos, suas necessidades, seu medo, suas dores. Assim, sempre teremos com ela parentesco, simpatia e, em lugar do ódio ou do desprezo, aquela compaixão que unicamente forma a ágape pregada pelo evangelho.” 

Referência Bibliográfica:

SCHOPENHAUER. Aforismos para a Sabedoria na Vida. São Paulo: Melhoramentos, 1983

Autor: Alfredo Carneiro
Editor do netmundi.org
twitter:@alfredo_mrc

Você pode apoiar este projeto clicando na propaganda abaixo. Muito obrigado!