HOME

“O inferno são os outros”: As dificuldades de ser existencialista

Jean-Paul Sartre - O inferno são os outros

Para o filósofo francês Jean-Paul Sartre (1905-1980), a maioria das pessoas não reconhece suas falhas, preferindo culpar um fator externo qualquer. Esse fator normalmente são os outros. Por isso sua frase “O inferno são os outros” possui muitas interpretações equivocadas, sendo normalmente entendida como afirmação de que os outros tiram nossa liberdade.

O fato dessa interpretação ser a mais corriqueira apenas confirma o pensamento de Sartre: normalmente não assumimos as consequências de nossos atos.

“O inferno são os outros” anuncia as dificuldades de ser existencialista, pois é preciso ter consciência de que somos responsáveis pelas consequências de nossas ações, e não apenas buscar culpados pelo nosso sofrimento.

O outros nos incomodam não por tirarem nossa liberdade, mas por lembrarem a todo momento que, já que somos livres, somos também responsáveis por tudo o que fazemos.

Assim, os outros deixam de ser culpados e reconhecemos nossa própria culpa. O inferno está no fato de possuir consciência da responsabilidade que a liberdade carrega, principalmente em nossa relação com os outros.

Saiba mais sobre o existencialismo de Sartre. No link abaixo disponibilizamos 17 obras do filósofo para baixar. Para que você tenha uma boa introdução, recomendamos a leitura de sua palestra “O existencialismo é um humanismo, proferida em 1945.


Navegue pelo netmundi.org


Leia também: