HOME

“O inferno são os outros”: as dificuldades de ser existencialista

Jean-paul Sartre: o inferno são os outros

“O inferno são os outros” anuncia as dificuldades de ser existencialista. É preciso ter a consciência profunda de que somos responsáveis pelas consequências de nossas ações; de não podermos falar que “Deus quis assim”, mas saber que a culpa foi nossa; de não podermos acreditar que “a vida está nos testando”, mas saber que estamos sofrendo as consequências de nossas ações; saber que aquele sofrimento não foi culpa dos outros, mas fruto de nossas atitudes e tão somente nossa culpa. Sartre avisa  que o existencialismo é para poucos, pois exige uma honestidade que poucos possuem.

A grande maioria das pessoas não reconhece suas falhas, preferindo culpar um fator externo qualquer, e este fator geralmente é o outro. A famosa frase de Sartre “O inferno são os outros” possui muitas interpretações equivocadas, contudo, a interpretação mais equivocada (e comum) acredita que esta frase acusa os outros de causarem um inferno em nossas vidas. Entretanto, o fato desta interpretação ser a mais corriqueira apenas confirma o pensamento de Sartre: normalmente não assumimos as consequências de nossas atitudes.

Porém, de acordo com o existencialismo deste filósofo, esta frase nos lembra que somos sempre responsáveis pelas consequências de nossas ações, e isso nos torna também responsáveis pelas consequências das ações que afetam os outros. Assim, o outro deixa de ser culpado e tomamos consciência de nossa própria culpa. O inferno está no fato de possuir consciência profunda disto. Quem não tem consciência de suas ações culpa os outros. Mas aquele que tem consciência não possui o conforto de suas próprias mentiras; o conforto da covardia moral. “O homem é responsável por tudo o que faz”, declarou Sartre. “O inferno são os outros” é um alerta que nos lembra a todo momento de nossa responsabilidade, principalmente para com os outros. De fato, é um inferno. É bem mais fácil culpar os outros.

Leia também:

Autor: Alfredo Carneiro
Editor do netmundi.org