FILOSOFIA

parmênides

Zenão de Eleia: o paradoxo de Aquiles e a tartaruga

Zenão de Eleia (490 – 430 a.C) foi um filósofo pré-socrático discípulo de Parmênides e, portanto, integrante do eleatismo. A filosofia de Parmênides, em função da negação do movimento e da multiplicidade da natureza, angariou admiradores e detratores. Na defesa das ideias de seu mestre, Zenão manejou com maestria a arte da argumentação. Por isso é considerado por Aristóteles como o pai da dialética, antecipando-se a Sócrates. Além de se dedicar à filosofia, Zenão ... Leia Mais >>

Górgias de Leontinos – o pai da retórica

Górgias (480/378 a.C.) nasceu em na colônia grega de Leotinos, na Sicília e teria vivido mais de cem anos e morrido na cidade de Larissa. Visitou Atenas como embaixador em 427 e impressionou os seus habitantes pela sua capacidade retórica. Foi grande viajante, tendo visitado todas as outras cidades importantes da Grécia. Sua posição na história da Filosofia situa-se após os pré-socráticos, sendo considerado um dos mais importantes representantes dos sofistas juntamente com ... Leia Mais >>

Heráclito de Éfeso: logos, alétheia e physis

Logos e alétheia são termos criados pelo filósofo pré-socrático Heráclito de Éfeso (535 a.C – 475 a.C ) para demonstrar a razão que ordena a natureza e sua característica de se ocultar e se revelar continuamente. Physis, todavia, não é um conceito de Heráclito, mas termo comum a todos os primeiros filósofos da Grécia Antiga. Heráclito estabeleceu o fogo como princípio de todos os seres. No entanto, o filósofo está utilizando um simbolismo para se referir ao ... Leia Mais >>

Pré-socráticos: do mito ao logos ou a origem da filosofia

A filosofia nasceu com o surgimento de uma nova forma de investigar a realidade (physis). O pensamento filosófico representou uma ruptura com a tradição mitológica, que explicava os fenômenos da natureza, as estruturas sociais e outros acontecimentos por meio da ação dos deuses. O verão e a primavera, por exemplo, eram causados pela visita de Perséfone ao Olimpo, e sua volta ao reino de Hades tinha como efeito o outono e o inverno. A tempestade e o trovão eram causados por Zeus, deus ... Leia Mais >>

Parmênides: “O Ser é, o não-ser não é”

Parmênides (530 a.C – 460 a.C) faz parte dos primeiros filósofos da Grécia Antiga, os pré-socráticos, também chamados por Aristóteles de filósofos da physis. A característica fundamental desses pensadores é o abandono das explicações mitológicas ou religiosas, passando a buscar, através da razão, a origem (arché) de todos os seres. Parmênides declarou: o princípio de tudo é o Ser. Todas as coisas têm o Ser, mas o Ser não é aquilo que vemos, pois tudo o que ... Leia Mais >>