FILOSOFIA

filosofia antiga

Estoicismo: introdução e principais representantes

O fundador do estoicismo foi Zenão de Cítio (333- 262 a.C.), nascido na cidade de Cítio, ilha de Chipre. Entrou em contato com a filosofia grega mediante algumas obras de Platão, presentes de seu pai, um mercador que as conseguira em suas viagens. Zenão foi para Atenas ainda jovem para estudar filosofia. Depois de conhecer várias doutrinas, fundou sua própria escola em 306 a.C.; como não era cidadão ateniense, não podia ser proprietário de nenhum imóvel na cidade, então ministrava ... Leia Mais >>

Xenófanes de Cólofon: o surgimento da crítica teológica

Xenófanes (570 – 475 a.C) era natural de Cólofon, cidade da Jônia. Fugiu aos vinte e cinco anos quando a cidade foi invadida pelos Medos. Parte da sua vida foi dedicada a viajar pela Grécia ganhando a vida como poeta rapsodo. Viveu mais de 90 anos e escreveu algumas obras importantes, entre elas um poema considerado filosófico, Sobre a Natureza, das quais restaram alguns fragmentos. Xenófanes é citado por Platão como possível fundador da Escola Eleática e mestre de ... Leia Mais >>

Anaxímenes: o ar é a origem de todos os seres

Anaxímenes de Mileto (585/525 a.C) foi discípulo de Anaximandro e último filósofo da escola de Mileto. Pouca coisa se sabe sobre sua vida pessoal. Escreveu um livro intitulado Sobre a Natureza, do qual restaram três fragmentos (outros pré-socráticos escreveram obras com o mesmo título). Em 494 a.C, pouco depois da morte de Anaxímenes, a cidade de Mileto foi arrasada pelos persas, o que pôs fim à tradição filosófica da cidade. Anaxímenes, de acordo com a doxografia e os fragmentos ... Leia Mais >>

A Filosofia Antiga: o maior legado da Grécia

A Filosofia é um dos maiores legados da Grécia Antiga, sendo também um dos pilares da Civilização Ocidental. O pensamento filosófico grego surgiu no século VI a.C com Tales de Mileto e se estendeu até VI d.C, quando da derrocada do Império Romano e a ascensão do cristianismo. São mil e duzentos anos de história da filosofia greco-romana. Esse é o período da Filosofia Antiga, que representa o aparecimento das primeiras investigações puramente racionais acerca da realidade e da ... Leia Mais >>

O milagre grego e o nascimento da Filosofia

Se compreendermos a Filosofia em um sentido amplo — como concepção da vida e do mundo — , poderemos dizer que sempre houve Filosofia. De fato, ela responde a uma exigência da própria natureza humana; o homem, imerso no mistério do real, vive a necessidade de encontrar uma razão de ser para o mundo que o cerca e para os enigmas de sua existência. Nesse sentido, todo povo, por primitivo que seja, possui uma concepção do mundo. Mas se compreendermos a Filosofia em um sentido próprio, ... Leia Mais >>

Linha do Tempo da Filosofia: Pré-socráticos

A Tradição Mitológica Grega No estudo da filosofia dos pré-socráticos, é muito importante compreender a forma mitológica de pensar do grego antigo. Esta mentalidade, que se consolidou com as obras de Homero e Hesíodo, ainda estará muito presente entre os primeiros filósofos.  Apesar do surgimento das primeiras explicações racionais, muitos pré-socráticos ainda recorriam ao pensamento mítico. Por este motivo, de forma poética e enigmática, o primeiro filósofo (Tales ... Leia Mais >>

O Motor Imóvel ou Deus segundo Aristóteles

O Motor Imóvel é um conceito aristotélico que pretende demonstrar racionalmente a existência de um princípio supremo da natureza. Contudo, não devemos comparar este conceito com a ideia de Deus da tradição judaico-cristã, pois o Motor Imóvel não é uma ideia de um Ser que se importa com o mundo. Para Aristóteles, tudo tende para esse princípio, que movimenta todas as coisas. Utilizando uma comparação do próprio Aristóteles, ele é como o ser amado que atrai o amante sem ... Leia Mais >>

Nietzsche e os filósofos pré-socráticos

O filósofo alemão Friedrich Nietzsche (1844 – 1900) considerava os pré-socráticos os verdadeiros filósofos, pois criaram uma filosofia voltada para a vida e seu dinamismo; para a investigação da unidade da realidade através da contemplação da natureza. Por isso foram chamados de “filósofos da natureza” ou “filósofos da physis”. Heráclito, um dos pré-socráticos que influenciaram Nietzsche, declarou que “um mesmo homem nunca se banha no mesmo ... Leia Mais >>

Epicuro: da infância simples à filosofia do prazer

Atenas enviou colonos para a região de Samos, onde ocorreu uma partilha de terras em 352 a.C. Entre eles estavam os pais de Epicuro (341-270 a.C), Néocles e Queréstrata. Apesar da linhagem nobre, eram uma família humilde. Seu pai era um dos responsáveis pela educação dos filhos dos colonos. Ali nasceu Epicuro, criado no campo de forma simples. Por isso ficou conhecido como Epicuro de Samos. Sua mãe era adivinha e curandeira, visitava as casas fazendo previsões, tratando os doentes e ... Leia Mais >>

Apologia de Sócrates: o julgamento da “mosca de Atenas”

A obra Apologia de Sócrates, de Platão, é um relato do julgamento de Sócrates perante o tribunal de Atenas. As acusações feitas contra o filósofo foram: não aceitar os deuses da cidade, introduzir novos deuses e corromper a juventude. Foram feitas por Anito, Meleto e Licon, representantes das classes dos políticos, poetas e oradores da cidade. Sócrates refutou detalhadamente as acusações, chegando a constranger os acusadores demonstrando suas contradições. Apesar disso, ... Leia Mais >>