FILOSOFIA

Filosofia Contemporânea

A Filosofia Contemporânea surge a partir do final do século XVIII. Tem como marco a Revolução Francesa, em 1789. Engloba, portanto os séculos XVIII, XIX e XX. A chamada “Filosofia pós-moderna” foi incorporada à Filosofia Contemporânea, reunindo os pensadores das últimas décadas. Esse período é marcado pela consolidação do capitalismo gerado pela Revolução Industrial Inglesa, que tem início em meados do seculo XVIII. Com isso, torna-se visível a exploração do trabalho humano ao mesmo tempo que se vislumbra o avanço tecnológico e científico.

O que é Etnocentrismo?

O Etnocentrismo é um modo de pensar que estabelece uma cultura como modelo ideal, servindo como parâmetro para outras culturas e sociedades. Este modelo ideal é entendido como superior em todos os aspectos, sejam culturais, raciais ou religiosos. Na Era Moderna, o etnocentrismo foi a base da distinção entre “povos primitivos” e “povos civilizados”, contudo, essa perspectiva tem raízes mais antigas. O filósofo grego Aristóteles, por exemplo, acreditava que os ... Leia Mais >>

O que é Relativismo Cultural?

Relativismo cultural é um conceito da antropologia moderna que aponta para a evidente diversidade dos povos e se opõe ao etnocentrismo, que declara a superioridade de determinada cultura. No relativismo cultural não é a “verdade” que é relativa, mas os valores de cada cultura, religião ou grupo social. Em outras palavras: o relativismo cultural afirma que não há cultura superior ou povos superiores; visa demonstrar a importância de cada cultura, evitando a ... Leia Mais >>

Frases de Grandes Pensadores

Frases de Grandes Pensadores é uma galeria de imagens com os pensamentos dos filósofos mais influentes da história. Cada imagem contém a frase, o autor e o nome da obra de origem, garantindo a autenticidade e facilitando a pesquisa. Frases não substituem a leitura das obras dos próprios filósofos, pois são isoladas e descontextualizadas; podem levar à interpretação equivocada. Contudo, não devem ser subestimadas, visto que desenvolvem o interesse e a curiosidade. É nesse sentido ... Leia Mais >>

O que é Relativismo?

O relativismo consiste na afirmação do caráter relativo do conhecimento humano, negando a possibilidade de existir qualquer conhecimento absoluto das coisas. Nesse sentido, a verdade seria apenas convenção social que varia de acordo com contextos socioculturais.  Essa perspectiva tornou-se notória na antiguidade entre os filósofos sofistas, em especial Protágoras de Abdera (481 – 402 a.C), cujo relativismo se resume na famosa máxima: “O homem é a medida de todas as ... Leia Mais >>

O que é Senso Comum?

Na filosofia antiga, o conceito de senso comum tinha sentido ambíguo. Aristóteles o considerava uma forma de apreensão da realidade, enquanto que, para outros filósofos, representava as opiniões populares. Sócrates afirmava que “a maioria das pessoas ignora a essência das coisas”, alertando para o caráter ilusório das opiniões — que Platão chamava de doxa. Na Era Moderna, Descartes não duvidava que o senso comum seria forma de conhecimento, contudo, questionava se era ... Leia Mais >>

O que é filosofia de vida?

Baixar este post em PDF Filosofia de vida é uma expressão popular utilizada para se referir à visão de mundo que um indivíduo utiliza para guiar suas ações. Trata-se de uma moral particular ou conjunto de valores pessoais, e não tem necessariamente compromisso com o pensamento filosófico. Geralmente é influenciada por contextos familiares, econômicos, sociais e religiosos; somam-se a isso experiências de vida e caraterísticas de personalidade. A expressão também é utilizada para ... Leia Mais >>

Jean-Paul Sartre: Liberdade e Responsabilidade

Para o filósofo existencialista Jean-Paul Sartre (1905 – 1980), ser livre não é a mesma coisa que fazer tudo o que deseja, pois a liberdade, essencialmente, reside em aceitar as consequências de nossos atos. Por isso Sartre afirmou que o existencialismo é uma filosofia dura e criticada, uma vez que a maioria das pessoas não aceita as consequências de suas ações, preferindo culpar os outros (Deus, o destino ou as pessoas). Tal é a ideia da frase “O inferno são ... Leia Mais >>

Friedrich Nietzsche e o Amor Fati

Amor Fati é um conceito da filosofia de Friedrich Nietzsche (1844-1900) que significa “amor pelo inevitável ou pela fatalidade”. Faz parte da ideia de aceitação incondicional da vida, pois significa também afirmar a vida verdadeira, sem se refugiar em ilusões, dizendo “sim” a todos os aspectos da existência, desde os mais sublimes até os mais trágicos. Fugir das dores e tristezas do mundo acaba resultando na fuga das alegrias genuínas, já que a dualidade da ... Leia Mais >>

Hannah Arendt: sobre o mal banal

A filósofa alemã Hannah Arendt (1906-1975) ficou perplexa com o comportamento do carrasco nazista  Adolf Eichman durante o julgamento de Jerusalém. Eichman acreditava firmemente que não havia feito nada de errado — organizar a logística para matar milhares de judeus nas câmaras de gás — pois estava “apenas cumprindo ordens”.  Arendt havia sido contratada pela revista The New Worker especificamente para acompanhar o famoso ... Leia Mais >>

Eduardo Galeano: As Veias Abertas da América Latina

Quando Eduardo Galeano publicou As Veias Abertas da América Latina, em 1971, o livro tornou-se rapidamente uma das obras mais influentes da esquerda latinoamericana. Mais importante do que as conclusões de Galeano no livro é a pesquisa que o escritor uruguaio realizou do passado de explorações, violência e colonização cultural que constituiu a América Latina, sendo este um dos pontos principais desta obra. Galeano faz relatos nauseantes das práticas de dominação ... Leia Mais >>

Sobre os Dicionários de Filosofia

A Filosofia é experiência conceitual por excelência, e os dicionários de filosofia, nesse aspecto, são de grande auxílio. A experiência conceitual não é exclusiva da Filosofia, pois toda arte ou ciência possui conceitos próprios, como o direito, a medicina, a psicologia, a pintura ou a escultura. Porém, a Filosofia permite vivenciar conceitos da forma mais abstrata possível. Por isso, compreender conceitos filosóficos pode enriquecer nossa forma de pensar. Ainda que os ... Leia Mais >>

Pierre Bourdieu e a dominação cultural

As contribuições mais relevantes do filósofo francês Pierre Bourdieu (1930-2002) foram no campo da sociologia e antropologia. Sua principal temática foi a dominação cultural, comum no sistemas coloniais e sociedades muito desiguais. Publicou várias obras que o tornaram uma das maiores referências nas ciências humanas. Analisou os esquemas de desculturação dos povos, destacando suas consequências para a cultura, a literatura, a política e a arte. Bourdieu acreditava ... Leia Mais >>
1 2 3 5