FILOSOFIA

Epicuro de Samos: a filosofia do prazer

Epicuro e a filosofia do prazer

Epicuro de Samos (341 – 270 a.C) é o filósofo do prazer. Em sua filosofia, o prazer é considerado o bem supremo, contudo, Epicuro era frugal, simples e despojado. Para ele, aquele que se farta de prazer não sabe viver, muito menos consegue ser feliz. Isso ocorre porque o prazer em excesso torna-se dor, ou até mesmo infelicidade. Por isso Epicuro aconselhava que os prazeres que posteriormente causam dores deveriam ser evitados. E até mesmo certa medida de dor, causada pela força de vontade que evita o excesso, deveria ser cultivada.

A privação e a disciplina são valorizadas em sua filosofia, pois proporcionam o prazer de apreciar as coisas simples, belas e suaves da vida. Epicuro pretendia tornar a vida possível de ser vivida através da criação de condições para a felicidade. Boas lembranças, gentileza, generosidade e contemplação são também prazeres que tornam a vida feliz.

A filosofia de Epicuro é frequentemente confundida com hedonismo desenfreado, mas essa é uma interpretação equivocada, ainda que ela seja um tipo de hedonismo. Epicuro exige disciplina e privação. Conforme acreditava o filósofo, sem austeridade não se atinge o prazer de viver bem. Quem é moderado sabe aproveitar um bom prato de comida, mas quem se excede entra em um ciclo de prazer insaciável e sofrimento constante.

O termo ataraxia, muito importante no epicurismo, significa justamente a tranquilidade mental e o bem-estar daquele que cultiva a simplicidade, os prazeres singelos e a amizade.

Epicuro possuía uma propriedade em Atenas, com um belo jardim, onde seus discípulos se reuniam para assistir às suas aulas. A fama do filósofo, reconhecidamente gentil, generoso e afetuoso, atraiu discípulos de todas as partes em busca de um remédio para os sofrimentos da vida.

Na entrada da propriedade estava a inscrição: Hóspede, aqui serás feliz. A filosofia suave, moderada e tranquila de Epicuro atravessou os séculos e permanece viva e atual.

Autor: Alfredo Carneiro


Navegue pelo netmundi.org